Skip to content

It Up!

Category Archives: moda e música

>

A temporada de festivais está aberta. Pra mim, não existe melhor ligação que entre música e moda. Veja alguns dos looks usados pelas estilosas o festival.






























Anúncios

>

PJ Harvey não é bem um modelo de cantora que é copiada nem alvo de grandes marcas que criam produtos “inspired“, nem tem rótulo de “it girl“, mas porque eu (e milhões de pessoas) a considero uma das melhores da música atual (entenda-se ainda viva), pela inteligência das suas letras e postura incrível como artista, ela merece destaque.
Ela tem o cabelo lindo, e sempre ousa nos cortes e nas roupas que usa. As botas cano alto são usadas com frequência por Polly, as pernas quase sempre de fora, batom e unhas vermelhas fazem parte de seus looks. Outra coisa que amo são os vestidos dela.



































Polly pode estar usando algo “ridículo” (não-convencional), mas ela é inteligente, estilosa e tem atitude, e isso tudo é fashion!

>

Em termos de música, os anos 90 (a ressaca dos 80´s rs) foi marcado por um novo estilo: o grunge. Quando falamos em grunge, lembramos logo do Nirvana, banda que popularizou esse subgênero do rock alternativo nos Estados Unidos e que depois se espalhou pelo mundo. O sucesso de um gênero e de uma banda pertencente a um movimento “anti-sistema” talvez se deva à vontade de liberdade dos jovens da época (pós Guerra-Fria). Mas não foi somente a música que se tornou popular, o visual também contou muito. Os músicos do grunge tinham uma aparência peculiar: um estilo largado.

Kurt Cobain foi o símbolo desse movimento que considero quase que uma filosofia de vida, uma religião. Até hoje, há quem só ouça e seja grunge (os xiitas rs). A influência que o estilo teve sobre a cultura foi tão grande que revolucionou toda uma geração em vários aspectos, desde o comportamento, a política (geração dos anarquistas), a arte e sobretudo, a moda (thank MTV).
O estilo Kurt Cobain é visto nas ruas até hoje e é marcado pelos seguintes “ingredientes”:
– A clássica camisa de flanela (maior símbolo visual grunge);
– Jeans detonado;
– Cardigã;
– Camiseta (algumas com mensagens);
– All star (obrigatório no uniforme);
– Cabelo bagunçado e com aspecto sujo;
– Óculos escuros com armação branca ou colorida.










“Hoje estou tão feliz porque encontrei meus amigos – eles estão na minha cabeça.” (Kurt Cobain)

Mesmo que não curta rock, grunge, Nirvana, Kurt Cobain, você certamente também foi influenciado por esse movimento.

Deixo vocês com o hino do grunge.
Beijão e uma ótima semana!

>

Quem me conhece sabe o quanto eu gosto de Janis Joplin e hoje não poderia deixar de prestar essa homenagem à maior diva do rock, do folk e do blues. Se estivesse viva, Janis Lyn Joplin completaria hoje 68 anos. Compositora e cantora nascida no Texas, Estados Unidos, Janis tornou-se famosa no fim dos anos sessenta como vocalista da Big Brother and The Holding Company, formou depois outras bandas e posteriormente tornou-se cantora solo.

Janis marcou muito sua geração, não só na música, política, cultura como na moda também. Ela era extravagante, usava roupas coloridas, calças boca de sino, tie-dye, batas, chapeus de pele, jeans, crochê, vestidos multicoloridos, florais, veludo, botas e acessórios, muitos acessórios como colares, pulseiras, anéis e os famosos enormes óculos redondos e coloridos. Muitas de suas roupas eram feitas por ela mesma. Além de tornar a moda hippie famosa, ela também ajudou a popularizar as tatuagens. Em relação aos cabelos, Janis os lavava e os deixava secar naturalmente, dando um ar bagunçado aos fios. O make era o mais básico possível, era a única coisa em que Janis não era extravagante.
Janis morreu tragicamente, em 1970, aos 27 anos, mas sua música, atitude e estilo são admirados até hoje.


















Deixo vocês com o vídeo de Janis cantando uma de minhas músicas favoritas dela.
“Eu saí e comprei um par de botas por $35. Oh, elas são ótimas! Pretas. Fantásticas! Quando eu voltar, vou alugar uma máquina de costura e fazer um vestido bem bonito para usar com elas.” Janis Joplin

>

A moda é muito influenciada pela música e vice-versa. Quem não reconhece um roqueiro ou um rapper pelas roupas e acessórios que usam? Pra inaugurar esta nova tag do it up!, ninguém melhor do que a Amy Winehouse que está fazendo shows aqui no Brasil (queria iiiir). Ela usa roupas bem femininas e vintage, além do cabelo e make marcantes dela serem bem anos sessenta, resumindo – uma pin up.
O que marca o estilo da Amy:
-Vestidos curtos e que marcam bem a silhueta;
-Estampas de oncinha:
-Regatas;
-Jeans e shorts curtos;
-Decotes e sutiãs a mostra;
-Sapatilhas e scarpins;
-Argolas enormes;
-Headbands;
-Tattoos.

vestido usado por ela ontem em floripa