Skip to content

It Up!

Category Archives: inspiração

Diz a lenda que maio é o mês das noivas. Eu não casei nem lembro de ter ido a um casamento neste mês, mas sei que tem muita gente preparando o casório ou pensando em casar.

Este post é uma inspiração às que sonham com o dia em que realizarão este desejo (e serão o centro das atenções).
Ah, mil desculpas, leitores homens, mas as mulheres são mesmo assim: “amostradas” (ahaha). Como uma noiva não tem sentido sem um noivo (há exceções, claro), será uma inspiração para os dois, pronto!
Noivos e noivas em todos os estilos








Diferentes e temáticos


Arroz, não, né?! Já deu. O melhor e mais fofo são bolhinhas de sabão.
As “lokas“. rs

GLS

Que lindos! Esses fizeram 55 anos juntos. (owwwn!)

Fonte das fotos:
Rock n Roll Bride (pra mim, este é o melhor)
Espero que este post te ajude ou ao menos deixe você super em dúvida em o que usar no seu casamento. rs
Beijão e um ótimo fim de semana!
Anúncios

>

Eu sei que faz tempo que eles não estão juntos, mas Kate e Johnny formaram um dos casais mais estiloso que houve no mundo das celebridades, além de estarem no topo das pessoas mais bonitas e sexy do mundo. Por isso eles não podiam ficar fora da tag.
Eles estiveram juntos de 1994 a 1998, tempo suficiente pra colocá-los na lista dos casais mais influentes no quesito estilo. No caso deste casal, a teoria dos opostos se atraem não faz muito sentido pois os dois surgem como o casal “anti”: ele um anti-herói hollywoodiano (tipo bad boy) e ela uma antimodelo e princesa do grunge britânico. Viveram por muito tempo morando em hoteis até comprarem uma casa. Depois de quatro anos juntos, segundo eles, a relação perdeu a graça e o amor se esgotou.
Hoje, Johnny está casado com a atriz, modelo e cantora francesa lindíssima Vanessa Paradis, com quem tem dois filhos. Kate namora com o guitarrista do The kills, Jamie Hince.












>

Duvido que o Fabuloso Destino de Amélie Poulain não esteja entre seus favoritos. Pra mim, ele está no topo dos melhores, é um dos que mais me comoveu (me identifico um pouco com a Amélie). O roteiro é incrível assim como o visual do filme, sem falar na trilha sonora impecável e na atuação fantástica da linda Audrey Tautou. Aii, esse filme me faz suspirar de tão perfeito. Sua perfeição vem da simplicidade cotidiana dessa história.

O estilo Amélie fez e continua fazendo sucesso entre as suas “fãs”. Talvez o cabelo seja um dos mais copiados desde que o filme foi lançado em 2001. Apesar da personagem não ligar a mínima para o que está usando (por está ocupada em mudar o mundo ao seu redor), seu modo de se vestir também inspira muita gente que se importa, e muito, com moda.












Ingredientes do look Amélie:
-Cabelo preto chanel, franja curtíssima;
-Maquiagem sutil, lábios vermelhos;
-Sua marca registrada é o uso das cores e combinações com verde e vermelho (saias e vestidos midi, cardigans, casacos, poás);
-Sapatos oxford (Dr Martens) e meias pretas fazem parte em quase todos seus looks.
Criei 4 looks Amélie: dois bem ao pé da letra e outros dois adaptados.



Vejam o trailer do filme. Quem não viu, recomendo!
Amélie conseguiu provocar mudanças na vida de algumas pessoas ao seu redor e, por último, a dela própria. Ela te ajudou a mudar de alguma forma?

>

A literatura, o cinema e a arte em geral são grandes inspirações para a moda. Os últimos exemplos foram Alice no País das Maravilhas que deixaram lojas e vitrines cheias de inspirações do conto (que Tim Burton fez um espetáculo visual) e agora é a onda do ballet graças ao Cisne Negro.
Há alguns dias atrás vi o filme lindo (quase me afogo em lágrimas rs) do Pequeno Príncipe. Quando era criança também via os desenhos da versão de Saint-Exupéry com o título “As aventuras do Pequeno Príncipe”. Até hoje, o livro inspira a todos, inclusive aos que trabalham no mundo da moda. Há muito o que explorar no livro e no filme, desde as ilustrações originais, passando pelos motivos intergaláticos até os safaris e animais que aparecem na narrativa. Vejam alguns dos resultados baseados no romance.
Coleção de Tsumori Chisato (outono-inverno de 2009)
A coleção é baseada na fantasia cósmica do Pequeno Príncipe.



Miharayasuhiro (primavera de 2010)
A coleção minimalista masculina baseada no Pequeno Prínipe e no aviador, autor e personagem do livro.

JC Castelbajac (primavera-verão de 2011)
Coleção com ilustrações do autor, com inspirações no safari e do aviador.
o desenho do elefante dentro da cobra foi inspiração para os chapéus (fantástico!)





Fiquem com um trecho do filme que, pra mim, é o melhor.

>

A relação entre a belíssima atriz, cantora e it woman inglesa, Jane e o músico, cantor, compositor, poeta, fumante compulsivo e don juan francês, Serge se enquadraria melhor em paixão avassaladora e criativa, pois o casal foi um dos mais sensuais, escandalosos, descolados e influentes de todos os tempos.

A primeira relação artística entre Jane e Serge foi no dueto da música Je t’aime moi non plus. A canção foi composta pra Brigitte Bardot com quem Serge tinha um romance na época, mas a loira não teve coragem de cantá-la pelo grande apelo sexual da música. Ele então tratou logo de arrumar outra mulher, quer dizer, outra intérprete que foi a despudorada (rs) Jane com quem logo engatou o romance e o casamento que durou até 1980. Depois do encontro entre os dois foi só criatividade e uma relação apaixonante. Jane e Serge tiveram uma filha, Charlotte Gainsbourg, que seguiu a carreira dos pais, é atriz e cantora.






























Fiquem com a famosa orgástica música de Serge interpretada por Jane.

>

Yeaaaaah, finalmente, é carnaval!
Não, não sou uma foliã tipicamente brasileira que adora samba e toda essa “magia” em torno desta celebração. Estou feliz porque terei um super feriadão (rs). Pra falar a verdade, quando era criança até gostava de carnaval por causa dos papangus, figuras mitológicas (em extinção) mais populares no Nordeste. Tinha medo, mas por outro lado achava engraçado.
Não sei o que vou fazer neste período, acho que vou mesmo é me jogar no ócio (lol) – um filminho e no máximo uma praia.
Carnaval é o período dos excessos literalmente: as pessoas exageram em tudo. Pra quem curte, então divirta-se, mas, please, não passe dos limites (ou passe), um carnaval pode marcar sua vida pra sempre, como por um grande e efêmero amor ou um mico eterno.















Os papangus


Como vai ser o seu carnaval?

>

Ok. Navy continua bombando e listras, continuo amando mesmo elas sendo, às vezes, tão mázinhas comigo, quando aumentam a silhueta.