Skip to content

It Up!

Category Archives: amor

Diz a lenda que maio é o mês das noivas. Eu não casei nem lembro de ter ido a um casamento neste mês, mas sei que tem muita gente preparando o casório ou pensando em casar.

Este post é uma inspiração às que sonham com o dia em que realizarão este desejo (e serão o centro das atenções).
Ah, mil desculpas, leitores homens, mas as mulheres são mesmo assim: “amostradas” (ahaha). Como uma noiva não tem sentido sem um noivo (há exceções, claro), será uma inspiração para os dois, pronto!
Noivos e noivas em todos os estilos








Diferentes e temáticos


Arroz, não, né?! Já deu. O melhor e mais fofo são bolhinhas de sabão.
As “lokas“. rs

GLS

Que lindos! Esses fizeram 55 anos juntos. (owwwn!)

Fonte das fotos:
Rock n Roll Bride (pra mim, este é o melhor)
Espero que este post te ajude ou ao menos deixe você super em dúvida em o que usar no seu casamento. rs
Beijão e um ótimo fim de semana!
Anúncios

>

Eu sei que faz tempo que eles não estão juntos, mas Kate e Johnny formaram um dos casais mais estiloso que houve no mundo das celebridades, além de estarem no topo das pessoas mais bonitas e sexy do mundo. Por isso eles não podiam ficar fora da tag.
Eles estiveram juntos de 1994 a 1998, tempo suficiente pra colocá-los na lista dos casais mais influentes no quesito estilo. No caso deste casal, a teoria dos opostos se atraem não faz muito sentido pois os dois surgem como o casal “anti”: ele um anti-herói hollywoodiano (tipo bad boy) e ela uma antimodelo e princesa do grunge britânico. Viveram por muito tempo morando em hoteis até comprarem uma casa. Depois de quatro anos juntos, segundo eles, a relação perdeu a graça e o amor se esgotou.
Hoje, Johnny está casado com a atriz, modelo e cantora francesa lindíssima Vanessa Paradis, com quem tem dois filhos. Kate namora com o guitarrista do The kills, Jamie Hince.












>

A relação entre a belíssima atriz, cantora e it woman inglesa, Jane e o músico, cantor, compositor, poeta, fumante compulsivo e don juan francês, Serge se enquadraria melhor em paixão avassaladora e criativa, pois o casal foi um dos mais sensuais, escandalosos, descolados e influentes de todos os tempos.

A primeira relação artística entre Jane e Serge foi no dueto da música Je t’aime moi non plus. A canção foi composta pra Brigitte Bardot com quem Serge tinha um romance na época, mas a loira não teve coragem de cantá-la pelo grande apelo sexual da música. Ele então tratou logo de arrumar outra mulher, quer dizer, outra intérprete que foi a despudorada (rs) Jane com quem logo engatou o romance e o casamento que durou até 1980. Depois do encontro entre os dois foi só criatividade e uma relação apaixonante. Jane e Serge tiveram uma filha, Charlotte Gainsbourg, que seguiu a carreira dos pais, é atriz e cantora.






























Fiquem com a famosa orgástica música de Serge interpretada por Jane.

>

Desde que comecei o blog, pensava em criar uma tag com casais. Como hoje é comemorado o dia dos namorados (St Valentine´s Day) em muitos países, resolvi então começar com um dos casais mais famosos e fofos que o mundo já teve: John Lennon e Yoko Ono. Apesar de muitos beatlemaníacos odiarem a Yoko (que sempre estava presente no estúdio) por ser vista como a responsável pelo fim da banda, John produziu muito (e melhor) na carreira solo.

Não era só o amor que os unia, o trabalho e o ativismo político também. John e Yoko eram pacifistas e durante a Guerra do Vietnã fizeram um apelo pela paz no quarto 702 do Hotel Hilton em Amsterdã.

casamento








“give peace a chance” (apelo a paz mundial na cama)





E vocês, já tem um amor?

Beijão e Feliz Dia dos Namorados!

>

MAGRI!
Hoje faz um ano, um ano que me tornei mais feliz, um ano que me tornei menos cética, um ano que me tornei mais bonita, um ano que realizei um sonho que nem sequer ousei sonhar. E pensar que tudo começou num encontro inesperado, em fevereiro de 2008, entre palavras, poemas, música… começou com um convite para uma leitura, e eu li, mais que isso: li, gostei e comentei. Comentei com um tremendo sarcástico “filho da p…. machista…” e por aí vai (rs). Ele me respondeu e eu repliquei e assim foi até me tornar sua leitora número 1.
Depois recebi o livro (Dó Maior), nunca um livro me deixou tão feliz! Li ali coisas, poemas escritos pra mim, arte de verdade, arte que respira, que chora, que ri, que ama, que vive!
Mas que loucura é esta?

dois abestado apaixonado

Ninguém acreditava, mas isso não tinha menor importância porque nós acreditávamos e isso bastava. Só o Atlântico nos separava, pensei até em aprender a nadar (rs).
Em 2009 (entre maio e novembro), o encontro, despedida (chorosa e triste) e o reencontro, agora definitivo!

um dia feliz

a despedida

Então há um ano atrás, 26 de novembro (que data linda!), perceberam que não éramos loucos (ok, parecemos um pouco rs).
Nesse um ano, passamos por tantas coisas! Muitos momentos de felicidade e tantos outros de tristeza, dor e sofrimento. E isso fez nos unir ainda mais!

o grande dia

casamento não é pra ser pra sempre? (levamos ao pé da letra rs)

companheirismo+ paixão+ admiração+amizade+respeito=amor

Em 2010, outra loucura, loucura necessária, importante…Chico Cesar explica (rs): “coisas são só coisas, servem só pra tropeçar…”
Piraram de vez!
Nos despedimos para sempre e atravessamos o Atlântico, mas agora juntos! Voltamos um mês e dez dias depois (nosso para sempre durou pouco rs). Nunca aprendi tanto em tão pouco tempo!
Tivemos mais alguns dias ruins, de decepções e desilusões, mas nosso amor e apego só aumenta.

(a princiupezza e o pequeno príncipe rs)

E agora?
Agora tudo está voltando ao seu lugar. Digo isso hoje, mas a qualquer momento, podemos ter um surto psicótico e irmos embora pro Japão, Alemanha,Indonésia ou quem sabe o Canadá (kkkk).
Agora os astros conspiram em nosso favor! Só coisas boas nos tem acontecido. Estamos mais felizes. Ora, se o amor já era imenso há um ano atrás e só aumentou, imaginem agora!
Eu tinha que escrever isto aqui porque quero que todos saibam o quanto duas pessoas são capazes de se amar ao ponto de ceder, de deixar “tudo” pra trás, de não temer (porque os loucos não temem), de agarrar sonhos (aqueles que sonhamos juntos)…
Digo uma coisa pra quem vai ou quer casar: o casamento não prende ninguém, nunca me senti tão livre como agora!
Ricardo Barbosa, amo-te muito, hoje mais que um ano atrás! (o amor tem um pouco de breguice também, mas eu quero é ser brega! kkk)
Nossa trilha sonora, sim temos uma trilha, foi o Chico César quem fez (rs) – “De uns tempos pra cá”. Essa música é demais e resume nossa história.
P.S. Se não fosse por causa dele, o It Up! não existiria. Obrigada, amor meusinho!